As Cabeças de Gesso

9000 mil anos a.C.

As Cabeças de Gesso "The Plastered Skulls" são esculturas criadas em cima de crânios humano. Isso há 10mil anos antes de Cristo!
É uma forma primitiva do processo de investigação forense que existe hoje em dia: coloca-se enxertos dentro e fora crânio para simular as camada de pele e então ter a escultura de como era aquela pessoa.
Essas esculturas pré-históricas são encontradas em escavações na região da antiga mesopotâmia (leste europeu/oriente médio).
Apesar parecer simples, esculpir em gesso acima de um crânio é um processo sofisticado: não apenas pela preparação da massa como também pela perícia artística empregada, o que eleva essas múmias ao status de reais Esculturas de Retrato.
A mais antiga "Plastered Skull" é essa, datada de 9000 anos Antes de Cristo e encontrada onde acredita-se ser a antiga cidade bíblica de Jericó.
É impressionante notarmos que as rachaduras dessa escultura em particular demonstram que o artista teve preocupações anatômicas que artistas atuais teriam, como separar em diferentes massas os Orbiculares do olhos e da boca, acertar o masseter e deixar a camada superior do crânio mais fina.
Acredita-se que tais esculturas tinham o seu lado religioso, mas a forma como foram encontradas sugerem que elas não eram enterradas, e sim, usadas como enfeites!
Todo esse material que você está lendo sobre a História das Proporções do Retrato faz parte do curso "Proporções da Cabeça" 
curso_banner.png